A importância da atitude para um técnico de futebol.

A importância da atitude para um técnico de futebol.

A palavra “atitude” no título deste post poderia ser substituída por outras tantas palavras. Pulso firme, energia, raça, motivação. Do que adianta ter o conhecimento técnico se não tiver a confiança do time para obedecer as estratégias e táticas propostas por esse profissional. O técnico que não consegue trazer o time para o lado dele não sobrevive. Guilherme Macuglia que o diga.

Escolhi “atitude” por ser a palavra escolhida por PC Gusmão para definir o que o Figueirense teve no último jogo para a virada contra Vasco. Para isso é imprenscindível raça e motivação para não desistir, mesmo nos momentos mais difíceis. É aí que PC Gusmão tem um papel fundamental para essa mudança.

Cleiton Xavier chegou a dedicar os gols a PC, agradecendo a força que recebeu no intervalo. Essa força é que motivou não só Cleiton Xavier, mas todo o time. É visível a mudança de comportamento dos jogadores em campo desde a chegada do novo técnico. Consequentemente a torcida gosta do que vê e incentiva ainda mais.

O equilíbrio entre estratégia e motivação é o que pode fazer a diferença na personalidade de um técnico. É assim com Muricy Ramalho, Wanderley Luxemburgo, Luiz Felipe Scolari e até o nosso incontestável Adilson Batista. Não tem espaço para o “bundamolismo” no futebol. Isso serve também para o Figueirense.

PC Gusmão já mostrou essa tão aguardada atitude. Se tiver o mesmo sucesso na parte técnica, podemos esperar um segundo semestre bem mais positivo para o nosso Furacão.

Torcedor do Figueirense e fundador do site Meu Figueira. Mora em São Paulo, mas mesmo longe acompanha de perto o Furacão.

2 Comments

  • Responder julho 9, 2008

    Fabio A. da Costa

    A atitude do técnico com os jogadores tem uma parcela considerável na postura de cada jogador, porém tudo tb está ligado na questão da afinidade dos jogadores com o técnico. Ontem assisti uma entrevista com o ex-jogador Neto do Corinthias e fiquei surpreso com as verdades contadas sobre as atitudes de cada atleta, principalmente quando o jogador ou jogadores não se encaixam com o perfil do técnico. O fato é que existe várias maneiras de um técnico ser derrubado do seu cargo pela força dos jogadores e algumas das características mencionado pelo Neto, identifiquei no grupo atual do Figueirense. Não é fácil, o jogador sabe quando o técnico tem pulso firme e quando tem conhecimento de causa, ou seja, quando tem conhecimento da arte do futebol.

    O PC Gusmão é o técnico que se encaixou no perfil dos jogadores e por isso a mudança de atitude apareceu nos últimos jogos, portanto vamos torcer que essa confiança e atitude permanece até o final do campeonato. abs

  • Responder julho 9, 2008

    Alfredo Ramos

    Parabéns pelo texto! é isso jogador sabe quando o técnico conhece tática , tem visão de jogo , e tem comando de grupo, coisa que o Macuglia não tinha e todos sabiam e ainda faltava experiência. Só o gestor de futebol DO FIGUEIRENSE QUE NÃO SABIA !!!!!!!!!!! jogamos 15 pt e ganhamos apenas 4 e isso pode fazer falta no final p/ uma Sul Americana e até Libertadores.
    Espero que o gestor de futebol do Figueira tenha aprendido a lição!!!!!!!!!!! pq provaram que erraram FEIO NA CONTRATAÇÃO DO TAL PROFISSIONAL, PERDENDO TEMPO, PONTUAÇÃO E CONFIANÇA DA TORCIDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    PC GUSMÃO ESTÁ NO CAMINHO CERTO!!!!!!!!!!!! E VAMOS TRAZER PONTOS JOGANDO FORA DE CASA C/ CERTEZA!!!!!!!!!!!! P/ NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA VAMOS LOTAR O SCARPELLI CONTRA O SANTOS!!!!!!!!!

Leave a Reply